Doação de órgãos - um mini conto

by - 00:06

 - Vou morrer e não vou ver tudo. 
- Ainda bem, diga-se de passagem.
- Então vou doar as córneas pra seguir enxergando.  
- Tá maluco? Doo meus rins, meu fígado, meu coração, meu cérebro se for possível, mas as minhas córneas essas vão comigo pra bem debaixo da terra. Prefiro que virem banquete de verme a seguirem por aí, enxergando as bizarrices desse mundo.
Depois que eu me for não vou mais querer ver, nem que seja através de outro corpo, unhas com desenhos esdrúxulos em mulheres com mais de 12 anos de idade, tatuagens de leão marinho que começam no ombro e terminam na coxa, mulher fruta apresentando programa de TV infantil e faturando alto com isso, foto em espelho postada no Facebook, gente mal vestida, mulher vulgar e homem marombado, só pra limitar bem a lista e não me estender no assunto. Porque você sabe, a humanidade é capaz de bizarrices que até Deus duvida.

Anota aí então no meu documento: não doador de córneas. Nem morto!

Veja mais Posts

0 comentários