O tempo

by - 06:27

O tempo, quando tem que passar voando, se arrasta tal qual uma lesma cansada pelo peso de carregar nas pequenas costas a sua concha.

O tempo, quando tem que flutuar lentamente por entre os ponteiros do relógio, voa como um avião supersônico a caminho do espaço.

O tempo não perdoa e entrega o peso dos anos e todos os excessos logo de cara. Mas o tempo também ajuda: no seu compasso ele é capaz de apagar dores, diminuir saudades, curar decepções e aliviar corações partidos. O tempo faz esquecer, mas também faz lembrar.

O tempo é o melhor remédio para quem é jovem, mas é também a injeção letal de quem ja está nos acréscimos da vida.

Enquanto tudo pode morrer ou parar, o tempo esse não para. O mundo até pode acabar, mas o tempo nunca vai ser possível estancar. Lá no fundo o tic tac das horas ainda vai continuar.


Veja mais Posts

1 comentários

  1. Sempre converso com o tempo no meu blog, mad gostei dessas tuas palavras sobre ele. Tempo, tempo, es o senhor do destino. Bjo

    ResponderExcluir