Você tem fome de que?

by - 03:30


Tenho fome, embora tenha acabado de voltar do almoço. Mas essa fome não passa e não consigo comer. Não gosto de comer. Aqui não gosto de comer porque a comida é ruim e nos outros lugares porque a comida é igualmente ruim ou porque tenho preguiça de cozinhar só pra mim ou simplesmente porque meu organismo não aceita. Como pouco, sempre comi pouco.

Não sou o tipo de pessoa que viaja pra comer e que não vai à um país sem anter saber seu prato típico, seus hábitos alimentares e sem uma extensa lista de indicações de bons restaurantes. Não faço turismo gastronômico e ja passei 20 dias na Europa comendo só em McDonald’s. Você não faz ideia de como o cardápio varia de um país pro outro e, acredite se quiser, se come até camarão na lanchonete do palhaço.

Gosto de cozinhar pra outras pessoas, mas nunca só pra mim mesma. Daí me dá uma preguiça violenta até pra fritar um ovo e acabo comendo papinha de bebê quando chego em casa à noite. São nutritivas, deliciosas e o preparo  não pode ser mais simples: 30 a 40 segundos no microondas e tudo o que se suja é uma colher. Melhor impossível.  Deveriam inventar uma versão pra adultos, aposto que ia ser sucesso de vendas.

Domingo tava assistindo ao programa de culinária do Olivier Anquier e me chamou a atenção a maneira como ele se maravilhava com a comida enquanto preparava e degustava. Duvido que ele coma uma mulher com a quantidade de desejo e excitação no olhar com que ele comeu um prato com lagostas, camarões e um peixe. Duvido. Acho lindo ver uma pessoa comer com vontade, com gosto, como se não houvesse amanhã. Queria comer assim. Queria salivar por uma comida, queria ter uma lista de pratos e restaurantes preferidos. Não tenho e nessa altura da vida não acho que terei.

Churrasco? Detesto. Peixe? Nem pensar. Massa? Depende. Junk food? Só se for McDonald’s.

Tenho fome. Por isso não consigo terminar esse texto com um final digno. E lamba os beiços.

Veja mais Posts

0 comentários